Blog do iscoti

Do mato vieste e ao mato voltarás


3 Comentários

Bulha d’ Água 15 anos – Bulha d’Água 15 years.

For our friends around the world, Vagalume and I wrote a small article talking about our adventure in the date. see in the link: https://iscoti.files.wordpress.com/2019/01/bulha-d-%C3%81gua-15-years-of-exploration.pdf

Em dezembro de 2018 resolvemos comemorar os 15 anos de exploração em Bulha d’Água com uma pequena expedição e um churrasco. Oficialmente as explorações começaram em 2004, mas aproveitamos o final de ano para uma adiantadinha na festa e porque não, fazer outra em 2019.
A viagem foi muito produtiva, segue o relato fotográfico.

A banda que tocou a expedição – Band members:
Alexandre Lopes Camargo (iscoti), Thomas Rocha e Silva (vagalume), Lívia Keismanas de Ávila (Borboleta), Cilas Ramos Ribeiro, José Aparecido Ribeiro (Zé Guapiara), Fábio von Tain, Adrian Boller, Michael Knauer, Ivo Paris e Heber Araújo.Bulhas team.jpg

A parada tradicional na fazenda para uma prosa e prepararmos a carreta do trator – The traditional stop on the farm for a conversation and to prepare the tractor cart.

Uma visão geral de nossas instalações – An overview of our installations.

Dia um, verificação de novas possibilidades na Gruta da Lontra – Day one, verification of new possibilities in the Grotto of Lontra.
bulha d agua 10 2018 by iscoti 058

bulha d agua 10 2018 by iscoti 070

bulha d agua 10 2018 by iscoti 073

bulha d agua 10 2018 by iscoti 081

Churras dos 15 anos – The celebration of the Bulha d’Água 15 years of exploration.

 Descobertas na Fazenda Anaconda – New discovers on Anaconda farm.
Buraco do Sufoco – Suffocation hole Cave
bulha d agua 10 2018 by iscoti 097

bulha d agua 10 2018 by iscoti 102

bulha d agua 10 2018 by iscoti 126

bulha d agua 10 2018 by iscoti 122

bulha d agua 10 2018 by iscoti 141

Um sistema desenvolvido pelo Zé Guapiara para coletar água da rocha e o copo de folha – A system developed by Zé Guapiara to collect water from the rock and the leaf glass.

Nossa frustada atividade na Caverna Louco de Alegre devido a nossa circunferência abdominal – Our frustrated activity  to Louco de alegre cave due to our abdominal circumference.

Entrada da Louco de Alegre – Louco de Alegre Cave entrance.
bulha d agua 10 2018 by iscoti 148

As passagens apertadas dentro da caverna – The narrow ways inside the cave.

Alguns amigos da caverna – some cave friends.
bulha d agua 10 2018 by iscoti 198

Visões da Mata – Views of the rain forest.
bulha d agua 10 2018 by iscoti 224

Gruta Vamiz – Vamiz Cave.
Mapeando a cavernas e novamente passagens estreitas – Mapping the cave and narrow galeries again.
bulha d agua 10 2018 by iscoti 221

 

 

O Chefe trabalhando incessantemente –
The Boss working incessantly.
bulha d agua 10 2018 by iscoti 020
Equipe da investida na Buenos IV – The Buenos IV exploration team.
bulha d agua 10 2018 by iscoti 257

Entrada da Buenos IV – Buenos IV entrance.
bulha d agua 10 2018 by iscoti 262

O grande salão – The big chamber.
bulha d agua 10 2018 by iscoti 295

Mapeando o grande salão – Mapping the big chamber.
Bulha d  Agua 10 2018 by iscoti 271.jpgTirando umas fotos – Taking pictures.
bulha d agua 10 2018 by iscoti 277

Time do último dia – Last day team.
bulha d agua 10 2018 by iscoti 318

Um amigo da floresta – A friend from the forest (Foto: Adrian Boller).
p1000219

Fenda do Fábio, uma possível conexão com o Abismo Los Três Amigos – Fenda do Fábio, a possible conection to Los Trê Amigos Abyss (Foto: Adrian Boller).
p1000238

Bem, essa foi a viagem dos 15 anos, próxima saída, Abismo Los Três Amigos –  That’s all folks, next expedition: Los Três Amigos Abyss.

Resultado da expedição: 5 cavernas descobertas e mapeadas, uma antiga caverna descoberta em viagens anteriores  teve seu mapa concluído (Gruta da Borboleta), dados para concluir o mapa de Buenos IV coletados e uma nova galeria descoberta na Gruta Lontra que precisa ser explorada e mapeada.

The travel net results were:  5 caves discovered and mapped, one already discovered cave mapping concluded, data collected to conclude the Buenos IV map and a new gallery discover that needs to be explored and mapped.

Anúncios


1 comentário

Gruta dos Velhos Caverneiros, exploração e topografia em andamento – Old Cavers cave exploration and topography on going.

Em Agosto demos continuidade a exploração da Gruta Velhos Caverneiros descoberta em Maio de 2017. O local só pode ser explorado em períodos de pouca chuva pois grande parte do trajeto é feito dentro do Rio Pilões e a localização da caverna é dentro de um cânion. –  In August, we continued the exploration of the Velhos Caverneiros cave discovered in May, 2017. The place can be explored only in periods of low rainfall since much of the route is made inside the Pilões river and the location of the cave is within a canyon.

Nosso objetivo foi iniciar a topografia da caverna e dar continuidade nas explorações. – Our objective at this time was start the topography and continues the cave and local exploration.

Membros da expedição – Team members:
Zé Guapiara, Bruno Selmer, Ivo, Fabio von Tein e iscoti
iscoti Bulha 08 2018 02

iscoti Bulha 08 2018 01

Para se chegar ao local são necessárias duas horas e meia de caminhada até a caverna sendo uma hora em trilha na mata e duas horas de caminhada dentro do rio. – To reach the cave entrance we have to walk one hour inside the rain forest and one hour and a half inside the river.

iscoti Bulha 08 2018 03
iscoti Bulha 08 2018 04

Um dos habitantes da floresta, uma pegada de onça – one of the forest inhabitants, a jaguar footprint.

iscoti Bulha 08 2018 05

O cânion onde a caverna está localizada. – The canyon where the cave is located.

iscoti Bulha 08 2018 07
iscoti Bulha 08 2018 06

Continuação do Cânion ainda inexplorada – The canyon continuation still unexplored.

iscoti Bulha 08 2018 08

Parada para o lanche na entrada do Cânion. – A stop for lunch in the entrance of the canyon.

iscoti Bulha 08 2018 09

Entrada da caverna. – The entrance of the cave.

iscoti Bulha 08 2018 10

iscoti Bulha 08 2018 11

O rio da caverna percorre uma grande fratura onde temos área superiores ainda para serem explorada e topografadas. Fizemos a topografia somente do eixo principal da caverna – The cave’s river goes through a great fracture where we have upper areas still to be explored and topographed. We did the topography only of the main axis of the cave.

iscoti Bulha 08 2018 12

A topografia terminou em um lago no final da caverna que foi explorado pelo Bruno para identificar se existiam sifões –  The topography ended in a lake at the end of the cave and this lake was explored by Bruno that was looking for a siphon to continues the works. Unfortunately nothing was discovered.

iscoti Bulha 08 2018 13iscoti Bulha 08 2018 14

Algumas fotos da entrada da caverna – Some pictures from the cave entrance

iscoti Bulha 08 2018 15

iscoti Bulha 08 2018 16

Próximos passos: terminar a topografia da caverna e continuar a exploração do Cânion – Next steps, continues the cave topography and exploration and the exploring of the canyon continuation.


1 comentário

Finalizando a topo da Buenos IV – Concluding the Buenos IV topography

Nesta viagem tivemos uma certa dificuldade em chegar à base, os ventos da noite anterior derrubaram várias árvores – At this trip we had a some difficulty to reach the base, the winds in the night before knocked over several trees.

iscoti Bulha 03 2018 14

iscoti Bulha 03 2018 13

Primeiro visitamos a caverna de Ribeirãozinho III, uma grande caverna com a zona afótica no nível superior da caverna – First we visited the Ribeirãozinho III cave, a big cave with the aphotic zone in the upper level of the cave.

iscoti Bulha 03 2018 02

iscoti Bulha 03 2018 03

Depois fomos para a caverna Buenos IV, uma das maiores cavernas da região de Bulha d’Água. Essa entrada é chamada de acesso do esfincter – After that we went to the Buenos IV cave, one of the biggest cave in the Bulha d’Água region. This entrance is called the sphincter access.

iscoti Bulha 03 2018 12

O acesso do esfíncter está no topo do salão – The Sphincter access is in the top of this chamber.

iscoti Bulha 03 2018 05

A câmara principal na caverna de Buenos IV, a altura nesta câmara principal é de pelo menos 50 metros – The main chamber in Buenos IV cave, the height in this main chamber is 50 meters at least.

iscoti Bulha 03 2018 06

Trabalhos de topografia – Topography works

iscoti Bulha 03 2018 07

iscoti Bulha 03 2018 08

iscoti Bulha 03 2018 09

Alguns aspectos da caverna – Some aspects of the cave.

iscoti Bulha 03 2018 11

iscoti Bulha 03 2018 10

A equipe – the team: Vaga, Dan, Zé Guapiara and me.
Próxima viagem: topografia da caverna dos Velhos Caverneiros, uma nova caverna descoberta no ano passado – Next travel: Velhos Caverneiros cave topography, a new cave discovered last year.

iscoti Bulha 03 2018 01


Deixe um comentário

Detalhes da Viagem de Janeiro – Details of January Trip

Abaixo, você tem as faixas obtidas com o GPS. Em azul, o que nós fizemos, em vermelho  a proposta e em branco as trilhas foram abertas em outras viagens.

Bellow you have the tracks got with the GPS. In blue what o we did, in red the proposal and in white the tracks opened in others trips.

imagem 01 2018 1

Prospecção do Sábado – Prospection on Saturday

imagem 01 2018 2

Prospecção do Domingo- Prospection on Sunday

imagem 01 2018 3

De sexta a sábado, passamos a noite na montanha na parte de trás da fazenda do Zé Guapiara. Dormimos no trailer do trator coberto por uma lona plástica. A paisagem foi maravilhosa.

Friday to Saturday we spent the night in the mountain at the backside of  the Zé Guapiara’s farm. We slept in the tractor’s trailer covered by a plastic canvas. The landscape was awesome.

iscoti Bulha 01 2018 26

Essa foto foi tirada às 2:30 da manhã – This picture was taken at 2:30 a.m.

iscoti Bulha 01 2018 04

Dentro do nosso abrigo – Inside our shelter

iscoti Bulha 01 2018 03iscoti Bulha 01 2018 05

O Morro da Bunda – The Butt mountain

iscoti Bulha 01 2018 06

A equipe – The Team
iscoti, Von tein, Adelino, Vagalume, Silas e Zé Guapiara
iscoti Bulha 01 2018 07

Entrando na mata – Into the jungle

iscoti Bulha 01 2018 14

iscoti Bulha 01 2018 13

Este bloco de concreto é uma marca de Km de uma estrada antiga que existia na região nos anos 70.

This concrete block is a Km mark from an old road that existed in the region in the 70’s.

iscoti Bulha 01 2018 12

Paredes de calcário  – Limestone walls

iscoti Bulha 01 2018 22

Um amigo me disse que esse buraco foi feito por um alienígena usando uma pistola laser,  eu acho que era uma dissolução pela água, sinta-se livre para seus teoremas.

A friend said to me that this hole was done by an alien using a laser gun, I think was a dissolution by water, feel free for your theoremas.

iscoti Bulha 01 2018 21

Uma parada para o almoço sob a chuva – A stop for lunch under the rain

iscoti Bulha 01 2018 18

O Guarda chuva da floresta –  The rain forest umbrella

iscoti Bulha 01 2018 16

A única cavidade identificada nesta viagem, mas não tão promissora – The unique cavity identified in this trip but not so promising

iscoti Bulha 01 2018 17

Alcançando o topo da montanha – Reaching the top of the mountain

iscoti Bulha 01 2018 15iscoti Bulha 01 2018 24

Pura Mata Atlântica – Pure rain Forest

iscoti Bulha 01 2018 23

Hora do descanço – Time to rest

iscoti Bulha 01 2018 20

iscoti Bulha 01 2018 25

Tityra cayana – Anambé-branco-de-rabo-preto | Araponguinha

iscoti Bulha 01 2018 10

Tangara ornata – sanhaçu-de-encontro-amarelo

iscoti Bulha 01 2018 11

Ninhos de pássaros – Birds nests

iscoti Bulha 01 2018 08iscoti Bulha 01 2018 09

Ophiodes sp (cobra de vidro) – Ophiodes sp (a lizard without legs, not a snake)

iscoti Bulha 01 2018 02

A gente se vê no próximo post – See you in the next post

iscoti Bulha 01 2018 19